Letra 16 5 74 de Laura Pausini

Etiquetas:
Letra de canción
Portugués
Enviar a un amigo |


Otras canciones de Laura Pausini

Song Scroller

Visitar letra | Letras de canciones
 
Color de fondo


Color de la letra

Copia este código y pégalo en tu blog o web para mostrar el song-scroller de Album Cancion y Letra

Califica la calidad de esta letra
Espere un momento...
Puntaje: 4,00/5. Total votos: 0

La noche se nos va
y estamos aún aquí,
cansados, es igual,
pero libres, eso sí.
Y nuestras almas van
en equilibrio sobre el mundo.
El coche a todo gas,
la aguja marca mil,
nos sobra la ciudad,
rebeldes con un fin.
Buscando la verdad,
y la emoción que nos daría,
toda la energía
de acelerar sin detenerse.
Un mundo que se mueve, en todas direcciones,
es mi generación, con la misma ilusiones.
y tienes sus palabras, nos abre corazones,
su código especial que se escribe en toda la
ciudad.
Y que se encuentra aquí,
andando o en el bar,
presente en ti y en mí,
que exige libertad,
en esta realidad
que nadie puede comprender
siquiera la mitad.
Que pone el corazón a tope
Un mundo que se mueve, en todas direcciones,
es mi generación, con la misma emociones,
y tienes su canciones, para evitar dolores,
su código especial dedicado por la noche en
la ciudad.
Los mismos ojos, la mismas almas,
es mi generación es tal y como yo,
la misma lluvia, la misma calma,
tú sabes que otra como esta no la habrá.
Es una inmensa ola, que empuja sin parar,
y busca la respuesta donde esté,
con una misma idea que reconocerás
en gestos y mirada que
nos tienen tanto que decir.
La misma rabia, Un mundo que se mueve con sus temores, en todas
direcciones, es mi generación, es mi generación es tal y como yo, con las
mismas ilusiones los mismos sueños, con sus amores, tú sabes que otra como
esta no lo habrá. Los mismo ojos, Un mundo que se mueve las mismas almas,
en toda direcciones, es mi generación, es mi generación es tal y como yo,
con las mismas ilusiones la misma lluvia, la misma calma, tú sabes que otra
como esta no la habrá, no la habrá.

_______________________________

16/5/74

A noite se vai
E estamos ainda aqui,
Um pouco cansados mas
Errantes e livres
Com a alma que está
Em equilíbrio sobre o mundo
A carro que vai
E permanecemos
Nós sobre a cidade,
Rebeldes e ciganos
Procurando verdade
E uma emoção que nos dê
Toda a energia
Para não parar e acelerar

ref.: É um mundo que se move,
Mas não sabe bem onde.
É feita como eu, é a minha geração
E há as suas palavras, para contar ao coração
Mensagens em código escritas sobre os muros da cidade

E nos encontramos depois
Pela estrada e dentro dos bares,
Para estar entre nós
Nos sentir livres
Desta realidade,
Que não sabe mais compreender,
Nem mesmo a metade,
De tudo aquilo que há no coração.

ref.: É um mundo que se move
Em cada direção
É feita como eu, é a minha geração
E há sempre uma canção para liberar a dor
Mensagens em código dedicadas numa noite na cidade

Os mesmos olhos, o mesmo coração
De uma geração feita como eu,
A mesma chuva, o mesmo sol
Você sabe que uma outra como esta não, não há.

É uma onda do mar, que quebra as barreiras,
E procura uma resposta dentro de si,
E basta esta idéia para reconhecer,
Um gesto e um olhar que
Sozinho já fala por nós.

A mesma raiva
O mesmo amor
Tomado de AlbumCancionYLetra.com
coro: é um mundo
De uma geração que se move
Feita como eu mas não sabe bem onde
Os mesmos sonhos,
Mesma dor,
é feita como eu
Porque, sabe, uma outra
Como esta não
Não há
é a minha geração
Os mesmos olhos,
O mesmo coração
De uma geração
Feita como eu.
é um mundo que se
A mesma chuva, move
O mesmo sol,
em cada direção
Você sabe uma outra
Como esta
é feita como eu
Não, não há
é a minha geração