Letra Concrete Jungle de Céu

Etiquetas:
Letra de canción
Ingles
Enviar a un amigo |


Otras canciones de Céu

Song Scroller

Visitar letra | Letras de canciones
 
Color de fondo


Color de la letra

Copia este código y pégalo en tu blog o web para mostrar el song-scroller de Album Cancion y Letra

Califica la calidad de esta letra
Espere un momento...
Puntaje: 4,00/5. Total votos: 0

Composição: bob marley

No sun will shine in my day today
(No sun will shine.)
The high yellow moon won't come out to play
(Won't come out to play.)
Darkness has covered my light (and has changed,)
And has changed my day into night
Now where is this love to be found, won't someone tell me?
'Cause life, sweet life, must be somewhere to be found, yeah
Instead of a concrete jungle where the livin' is hardest
Concrete jungle, oh man, you've got to do your best, yeah.

No chains around my feet, but I'm not free
(I'm not free)
I know I am bound here in captivity
And I've never known happiness, and I've never known sweetcaresses
Still, I be always laughing like a clown
Won't someone help me?
Cause, sweet life, I've, I've got to pick myself from off the ground, yeah
In this here concrete jungle,
I say, what do you got for me now?
Concrete jungle, oh, why won't you let me be now?

I said life must be somewhere to be found, yeah
Instead of a concrete jungle, illusion, confusion
Concreate jungle, yeah
Concrete jungle, you name it, we got it, concrete jungle now

Concrete jungle, what do you got for me now

tradução

Nenhum sol vai brilhar no meu dia hoje
A alta lua amarelada não sairá pra brincar
A escuridão tem coberto minha luz
E transformou meu dia em noite
Agoea aonde o amor está e pode ser encontrado?
Alguém vai me contar?
Pois a vida, doce vida, deve estar em algum lugar para ser encontrada
Ao invés de selva de concreto onde viver é tão mais difícil!
Tomado de AlbumCancionYLetra.com
Selva de concreto,
Cara, você tem de dar tudo de si
Mesmo sem correntes nos pés,
Não estou livre...
Sei que estou aqui, amarrado e cativo
Jamais conheci a felicidade
Nunca soube o que é uma doce carícia
Vou sempre gargalhar como um palhaço
Ninguém vai me socorrer porque
Devo me erguer sozinho deste chão
Nesta selva de concreto
Eu digo, o que você tem agora para mim?
Selva de concreto, Ah não vai agora me deixar na mão...